sábado, 12 de março de 2011

Detonando! The Legend of Zelda: A Link to the Past - Parte 22: A terrível Ganon's Tower

Temos que admitir, é bacana ver o quanto andamos e ver que falta pouco para que terminemos o jogo! Que conquista, hã? Agora vamos ao que REALMENTE interessa...
O calabouço seguinte, no caso a Ganon's Tower, é, simplesmente o calabouço mais difícil do jogo, não em questão de quebra-cabeças, mas sim em questão de combate. É bom que você tenha várias fadas com você, pois, acredite, você vai morrer MUITO aqui...

Onde nós estávamos na última parte mesmo? Ah, sim! Estávamos na entrada da Turtle Rock. Ganon's Tower fica aqui perto, na montanha mesmo, então vamos até lá andando. De onde você está, siga pela esquerda e vá seguindo normalmente, como se estivesse voltando para a Torre da Montanha, só que no Dark World. Se você não souber onde fica, basta olhar para o mapa abaixo:




Está vendo a caveira no mapa? Ali é seu destino, e é para lá que iremos a seguir. Seguindo o caminho, muito similar ao do Light World, você deverá encontrar alguns centauros no caminho. Eles são bastante chatos e seus ataques são poderosos. No entanto, dois golpes de sua espada são o suficiente para derrotá-los (irônico, não é?). Bom, você passará por uma ponte no caminho (onde os centauros estão) e, pouco mais adiante, lá estará a Torre de Ganon, esperando por nós... Aproximando-se dela, as sete damas (que nós resgatamos nos sete calabouços do Dark World), irão quebrar a barreira da Torre. Temos que admitir, é uma ceninha legal.


Depois do momento cinematográfico de nosso detonado, suba as escadas recém-formadas para entrar na Torre de Ganon.

Honestamente, ô lugarzinho chato. Sem dúvida o mais terrível dos calabouços do jogo. Como eu disse anteriormente, você vai morrer muito aqui... Não só isso, como também esse lugar coloca muitas de suas habilidades à prova.

Bom, vamos ao que importa: passando pelas estátuas de Ganon, você vai se deparar com três caminhos diferentes. Minha opinião é que você siga pelo caminho da esquerda (<--). Assim que você descer, você encontrará dois esqueletos. Elimine-os para que eles não atrapalhem, ou simplesmente não o faça. Existem duas colunas nessa sala, e em uma delas:


Bom, assim como na imagem, existe uma chave ali. Se jogue na tocha para que a chave caia e a pegue (use as Pegassus Boots, não se jogue na tela). Com a chave em mãos, siga para a sala na esquerda.

Equipe o martelo aqui e o use para esmagar os inimigos no meio da sala. Aqueles que aparecem na imagem abaixo:


Use o martelo neles e empurre o bloco do meio para qualquer lado, o que revelará uma estrela no chão. Faça o favor de pisar nessa estrela: os dois buracos no oeste da sala vão desaparecer e a porta vai abrir. Antes de sair daqui, levante a caveira que está no canto inferior direito para conseguir uma chave. Agora, siga para a sala seguinte (<--).


Nessa nova sala, equipe o Hookshot e vá o utilizando de maneira que você chegue ao sul da sala. Não é difícil, lembrando que você sempre terá um bloco ao alcance do Hookshot (senão, uma caveira). De qualquer forma, eventualmente você chegará no local indicado abaixo:


Use sua chave na porta ali e você entrará em uma outra sala, minúscula, só que com um baú no centro, sendo protegido por bolas de fogo. Aproxime-se com cautela (muita cautela) e abra o baú, conseguindo, assim, o mapa:


Excelente, temos o mapa! Caso você seja daqueles curiosos, deve ter visto que a torre tem SETE ANDARES! Depois de seu momento de pânico, retorne para a sala anterior e siga um pouco para baixo.


Está vendo as alavancas as quais encontramos por praticamente o jogo inteiro? Ataque uma delas para que o chão azul siga direto para o... chão. Depois dessa, antes de sair pela porta no sul, coloque uma bomba próximo às alavancas e fique perto da porta. Quando a explosão acontecer, o chão azul deverá voltar à sua posição original. Agora sim, siga pela porta ao sul.

Se você fez tudo direitinho como eu falei, você deve encontrar algo como na imagem abaixo esperando por você:


O quebra-cabeça daqui é legal: está vendo as duas alavancas? Elas estão próximas assim para dificultar a utilização de bombas, mas isso ainda não é o suficiente para nos parar. Coloque uma bomba próxima, mas não muito, e corra para o canto inferior direito. Se der certo, os pisos azuis descerão e os vermelhos subirão, dando passagem para a porta trancada. Antes de você ir, perceba que, em uma caveira no canto inferior direito, existe uma chave. Tenha certeza de pegá-la antes de sair da sala.


Procure engolir o seu medo quando pressionar a alavanca daqui e libertar as armadilhas. A dica é se esconder por trás de algum piso azul (o do meio de preferência) e, quando a chance surgir, correr para o portal que está ali.

Você será levado para um corredor peculiar, com diversas bolas de fogo rondando por aí. Eis minha dica, siga até o final, desviando das bolas de fogo quando puder. Por fim, você encontrará um bloco isolado que pode ser empurrado, seria o da imagem abaixo:


Quando você empurrar o bloco, um baú aparecerá do outro lado do buraco. Use seu Hookshot para chegar até ele e abra-o para conseguir uma chave. Siga pela porta de baixo.

Como você pode ver, essa sala está cheia de portais, mas, agora, somente dois estão acessíveis. Pise no que está à direita para ser jogado em outra área, também com vários portais. Pise em qualquer um dos que estão funcionando. Agora, pise no portal indicado:


Você será direcionado para uma área isolada. Vá seguindo caminho pela direita e você acabará encontrando mais um portal. Esse não oferece nada tão desafiante (acredite), portanto, siga como fez com os outros e você acabará na frente de uma porta, siga por ela.

Chegaremos em uma sala bastante irritante quando não se sabe o que fazer. De onde você está, siga pelo caminho indicado até o norte. Ignore a porta daqui e faça como na imagem abaixo:


Pra quem não entendeu: use o Fire Rod para alcançar a tocha do outro lado: isso vai revelar uma passagem invisível. Sendo rápido o suficiente, você conseguirá chegar do outro lado sem ter que ficar adivinhando caminhos. Entre na porta.


Como na figura, abra o baú, caso você esteja precisando de flechas e coloque uma bomba na área rachada indicada acima. Quando isso acontecer, pule por ali.

Na sala seguinte, reencontraremos o primeiro chefe do jogo. A boa notícia é que ele está do mesmo jeito de antes; a má notícia é que o chão está congelado, o que dificulta muito o movimento.


Você deve se lembrar da estratégia, certo? Use suas flechas para derrotar um deles. Caso você fique sem flechas, pode lutar com a espada, só que essa demora mais. Forma ou outra, com seu equipamento atual, este chefe se torna bastante fácil. A propósito, as Flechas de Prata acabam com eles com apenas um golpe.

Quando o "chefe" for derrotado, as portas no norte e oeste abrirão. Minha recomendação é que você siga para o norte. Pois precisaremos da...


BIG KEY! Aleluia! Abra os outros baús se você precisa de flechas ou bombas. Depois, saia dessa sala, siga para a anterior e, dessa vez, ande para a porta do oeste.
Na sala do oeste, você verá uma rachadura na parede e uma escada. Ponha uma bomba na rachadura e passe, caso você esteja precisando de algumas fadas. Caso não, suba as escadas. Como você tem a Big Key, a abertura do baú gigante se torna possível. A sala que nos espera no andar superior é justamente a que tem o baú. Somente alguns blocos o separam de seu prêmio. Empurre o bloco isolado que está à sua direita e corra para o baú, com cuidado, claro.


Agora, nós temos a túnica final: a Red Mail. Essa túnica será indispensável na batalha contra os próximos chefes. Depois de babar pelo seu prêmio, saia pela porta do norte. Estaremos de volta à sala onde conseguimos a primeira chave. Minha recomendação é que você retorne para a sala da entrada. A bússola pode estar fora de nosso repertório, mas não precisamos dela, precisamos?

Quando retornar para a sala da entrada, você deve se lembrar que existiam três caminhos, não é? Dessa vez, siga pelo caminho do meio (ou siga pelo caminho da esquerda caso você queira a bússola). Você chegará em uma sala cheia de espinhos. Com o bumerangue, vá pressionando as alavancas e procure chegar na área indicada abaixo:


Quando encontrar o bloco que Link está observando na figura, empurre-o e a porta ao sul abrirá. Quando isso acontecer, procure chegar até a porta, tomando cuidado com os espinhos e usando o mesmo método que você usou para chegar aqui (ou use a Magic Cape ou o Cane of Byrna, se você quiser gastar magia).

Depois que chegar na sala seguinte, pegue a estátua que está próxima a você e, bom, empurre-a de forma que ela atrapalhe o progresso da armadilha daqui.


O problema: a porta só vai abrir quando cuidarmos dos dois inimigos. Equipe seu arco e flecha (de prata) e mexa-se de forma que ele fique de frente para você. Antes que o inimigo solte um raio (ou depois, a escolha é sua), atire uma flecha. Se você acertar, ele vai morrer instantaneamente. Quando os dois inimigos forem derrotados, a porta trancada abrirá. Siga pela da direita.
Na sala seguinte, você passará por uma coisa parecida: derrotar inimigos. O negócio é que aqueles atiradores de raios estão aqui e vão atirar no momento em que o virem. Aproveite enquanto eles não olham você e derrote os inimigos daqui. Quando ambos forem derrotados, siga pela porta do norte.

Aqui, temos um corredor estreito, com várias estátuas SUÍNAS ao lado.


Bom... Use a Big Key nessa porta.

Na sala seguinte, um pouco de diversão (ou não). Você deve estar vendo um conjunto de degraus à sua frente. Desça-os e ataque a alavanca para que os pisos vermelhos desçam. TODAS as armadilhas serão libertas, mas, em compensação, você poderá seguir até a parte final da sala. Lá, existem três caveiras MUITO suspeitas e dois inimigos. Levante a do meio e um botão será revelado. Pressione-o para abrir a porta trancada. Corra de volta, evitando qualquer dano e siga para a porta recém-aberta.

A seguir, um corredor, este com umas manhas. De cada lado, existem monstros que atiram pedras. Pode ser bastante complicado de primeira, mas com um pouco de paciência, tudo é possível: siga uma das trilhas de pedra enquanto elas vão sendo atiradas e, quando ver uma chance, procure passar por elas. Vai ser difícil e você, sem dúvida, vai cair algumas vezes, mas nada de horrível aqui.

Quando conseguir passar, siga pelas escadas e chegaremos ao quarto andar. Aqui... EPA, o que é isso?


Ignore a posição dos inimigos (que é isso, uma gravação de clipe de música pop?!) e derrote-os o mais rápido possível, e com o menor dano possível também. Com a Espada Dourada, apenas um golpe é suficiente para cada um deles. Quando todos forem derrotados, siga pela porta à esquerda.

Na sala seguinte, algo parecido: derrote todos os inimigos. Só que, com um atirador de raios aqui. Procure ficar longe da vista dele e derrote os inimigos. Na próxima sala, faça a mesma coisa e assim vai se repetindo: derrote todos os inimigos das salas seguintes, desviando dos raios atirados.

Isso vai se repetir até a sala indicada abaixo:


Esconda-se do inimigo ali (usando as estátuas, claro) para evitar se transformar em coelho. Depois, siga para a sala seguinte.

Aqui, enfrentaremos novamente o segundo chefe.


Como você está equipado de forma infinitamente melhor do que quando você estava na hora da luta original, essa batalha deve ser simples o suficiente. Lembrando: o ponto fraco são as cabeças, ataque quando um dos três sair do chão. Só tome cuidado com as bolas de fogo que são atirados de hora em hora.

Quando os três inimigos forem derrotados, siga pela porta superior. Levante os potes se precisar de alguma coisa e suba as escadas à frente. Chegaremos em uma sala com um piso invisível, mas nenhuma tocha à vista. Aqui, o melhor é improvisar: use sua magia de Ether para ter uma idéia de onde o piso existe e siga essa pista.


A propósito, cuidado com os magos que existem na sala, não sejam como eu quando tirei a imagem, certo? O caminho é bem linear e simples, é difícil cair depois que você anda pelo menos uma vez.

A próxima sala é interessante: use as Pegassus Boots para chegar do outro lado enquanto desvia dos raios soltados pelos olhos. Existem inimigos no final do caminho, mas não há nada para preocupar.

Sala seguinte, faremos algo que já nos acostumamos a fazer aqui: derrotar inimigos para abrir uma porta. Faça isso com os magos. Eles desaparecem, mas sempre voltam para o mesmo canto onde estavam, e não demoram muito a fazer isso. Quando os quatro magos forem derrotados, use a porta do norte.

Próxima sala, equipe as Pegassus Boots e corra até o outro lado. Dessa vez, não só o chão vai despencar, como também vários inimigos estarão à sua espera no final. Procure ser rápido e siga pela porta que vai aparecer na direita.


Vou resumir: essa sala é um porre! Você deve ter magia para passar por aqui, senão, use as caveiras ao redor para conseguir um pouco. Já fizemos isso antes: acenda todas as tochas para abrir uma porta. Se não fosse pelas bolas de fogo, isso seria fácil... Eis o que fazer, primeiro: retire as caveiras da frente de cada tocha, depois fique próximo do bloco que é a fonte das bolas de fogo e, à medida do possível, acenda as tochas ao norte, leste, sul e oeste, nessa ordem. Assim que você terminar, corra para a porta que fica na parte inferior direita da sala.

Caso você consiga, você chegará em uma sala com vários olhos na parede. Enquanto desvia dos tiros, pegue o que aparecer debaixo das caveiras e suba as escadas. Chegaremos em mais uma área irritante. Aqui, faremos a mesma coisa de duas salas atrás: acender tochas. Você terá que acender as quatro tochas daqui o mais rápido possível, visto que o chão vai começar a despencar. Não só isso, mas também existem duas bolas de fogo que podem se mostrar uma dor de cabeça. Quando as quatro tochas forem acesas, a porta ao norte será aberta...

Na sala seguinte, você será atacado por dois inimigos. Derrote-os para conseguir uma chave. Use essa chave para abrir a porta à esquerda. Caso você precise de bombas, abra os baús da sala. Saindo da sala, você encontrará duas armadilhas: uma normal e uma amarela (a gigante). No canto da sala, mais precisamente no meio da parede de baixo, existe uma rachadura. Coloque uma bomba ali e siga caminho.

Um paraíso para quem está precisando de corações:


Use um pouco de Magic powder no inimigo para conseguir uma fada: guardá-la ou usá-la logo é com você. Abra o baú no centro da sala para conseguir uma chave e use-a na porta do sul.

A sala seguinte, trás de volta mais um chefe que enfrentamos antes, o terceiro no caso.


A ponta da calda é seu ponto fraco. Como você tem a Espada Dourada, apenas dois ataques serão o suficiente. Se você for derrubado, não se preocupe. Você cairá em uma sala que tem uma escadaria que leva diretamente para esse chefe. Nada com que se preocupar.
Quando ele for derrotado, um baú aparecerá um pouco ao sul. Use o Hookshot para chegar até ele e abra para conseguir 20 rupees. Suba as escadas que devem estar à sua frente e siga o corredor estreito, empurrando quaisquer blocos no seu caminho. Eventualmente, você chegará à porta da esquerda.

Essa próxima sala apenas tem uma aparência ruim, mas não é tão horrível depois que se acostuma. Procure chegar às escadas no final da sala enquanto evita as armadilhas e enfrenta os inimigos.

Agora, finalmente, é a sala que vem antes do chefe. Como de costume, temos um vídeo com a explicação do chefe. Quem será? Veja abaixo! Boa sorte!

video

<-- Parte 21: A lendária Turtle Rock

Um comentário:

  1. Gostei deste detonado, terminei o game seguindo ele (eu já havia terminado este game bem quando ele foi lançado, foi um saco conseguir tudo, meses até conseguir, pois não gosto de ver detonado antes de finalizar um game, agora verei outro.

    Vlw pelo blog, está de parabéns.

    ResponderExcluir