sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Resultados da enquete "Você acha que devemos fazer cobertura de jogos de fãs, assim como fazemos para jogos oficiais?"

Sim! Seria uma ótima ideia!!
  6 (85%)
 
Tanto faz... Não ligo muito.
  1 (14%)
 
Não! Jogos fã não merecem a mesma atenção que jogos oficiais.
  0 (0%)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Breath of the Wild - Conheça as diferenças entre as versões Wii U e Switch

 
Eis uma notícia que saiu ontem, relativamente tarde, e não chegou a meu conhecimento até pouco tempo!
A Nintendo divulgou a lista das diferenças entre as duas versões de Breath of the Wild, e os resultados são... Bem... Esperados. Você pode conferir tudo logo abaixo:

  • As duas versões serão lançadas no dia 3 de Março de 2017;
  • Ambas as versões contam com o mesmo conteúdo;
  • A versão do Switch rodará a 900p na TV, enquanto que o Wii U rodará a 720p;
  • Os efeitos sonoros, em geral, serão melhores no Switch, sendo chamados de "mais realistas e aprimoram a experiência de mundo aberto";
  • A versão física do jogo no Wii U vai requerer uma instalação de 3GB, acredita-se que seja para melhorar a performance de carregamento do jogo; é melhor deixar espaço sobrando em seu console!
  • Alguns ícones poderão diferenciar nas duas versões;
  • O Wii U não terá nenhuma edição especial, contradizendo o que foi dito há alguns dias.
Vale lembrar que o jogo chegará no começo de Março, tanto para o Wii U quanto para o Switch!

Fonte

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

DdUdH - Que personagens merecem um jogo só para eles?

Nos últimos dias, eu venho rejogando Hyrule Warriors (quando meu 3DS está cansado de jogar Monster Hunter 4 Ultimate) no Wii U e, recentemente, eu consegui finalmente comprar o pacote com todos os primeiros DLC's do jogo, o que me deu acesso a personagens como Young Link, Twili Midna e até o Tingle (aquele nojento).
Como era de se esperar, isso abriu minha cabeça quanto à série principal de Zelda e quanto às inúmeras possibilidades que existem de se criar um novo jogo com outro personagem na frente, que não seja o Link. Quer dizer, minha cabeça vem aberta a esse tipo de coisa já tem um tempo, mas, foi todo esse contexto que me inspirou a trazer de volta essa coluna para que possamos discutir o tema.

Quando se trata de possibilidades, Zelda realmente está cheio delas... Com o passar de seus (quase) 31 anos, a franquia criou um mundo verdadeiramente imenso; tão imenso, inclusive, que focar apenas em um dos vários elementos dele, que é a épica trajetória do Herói para derrotar o Mal, é quase que um crime. Inclusive, creio que seja justo mencionar que, mesmo em uma época de tradicionalismo, a franquia tentou mudar um pouco as coisas com diferentes histórias dentro de seu próprio universo: histórias que não tratavam da luta do bem contra o mal em si. A trajetória de auto descoberta, sem nenhum inimigo real, de Zelda II; a busca pelo caminho de casa em Link's Awakening; até mesmo a busca de Majora's Mask entra nesse esquema, não mostrando a luta do bem contra o mal em si, mas, sim, a busca pela salvação de tudo e todos.

Com isso em mente, acredito que, por mais que o Herói seja um fator de grande importância dentro da franquia, creio que, vez ou outra, talvez seja bom dar a ele um descanso e colocar o foco em outros personagens e situações. Vale ressaltar, até, que esse novo foco também poderia abrir as portas para estilos de jogos diferentes, mesmo que dentro do mesmo gênero.

Obviamente, estou falando de spin-offs, não da série principal. Além disso, para tentar montar meus argumentos, eu acabei mencionando diversos spoilers de vários jogos da série. Por isso, peço seu cuidado.
Então, sem mais delongas, vamos falar de alguns personagens que poderiam ter um jogo só para eles. Eles estarão listados abaixo, sem nenhuma ordem em particular, foi mais à medida em que eu ia me lembrando dos nomes (apesar de que um deles foi colocado na posição certa porque é um personage
m que eu AMO de paixão).

sábado, 14 de janeiro de 2017

Breath of the Wild - Confira os novos amiibo do jogo

Na E3 2016, nós vimos três amiibo representando Link como um arqueiro e como um montador e, finalmente, um Guardian.

Se você não curtiu muito as opções, anime-se! Foram apresentados mais dois novos amiibo para a linha de Breath of the Wild, um representando a nova Princesa Zelda e outro representando a nova versão dos Bokoblins. Ao invés de ler, você pode vê-las logo a seguir!


Confira os amiibo isolados abaixo:







Somado a isso, mais duas novas artes do jogo chegaram à minha atenção. Caso você queira dar uma olhada nelas, basta olhar depois da quebra!


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Breath of the Wild - Confira novas artes, capa e edição especial [ATUALIZADO]

E surgiu um monte de coisas novas sem eu perceber! Oops...?

De todo jeito, junto do trailer fenomenal que nós postamos hoje de manhã, foram liberadas diversas artes do jogo, além da capa que a versão do Switch vai ter e uma incrível Edição Especial. Você poderá checar as imagens todas logo a seguir:

1. Novas artworks








2. Boxart

3. Master Edition


 Nessa edição especial, chamada "Master Edition", estarão inclusos, além do jogo, uma estátua da Master Sword, uma capa para o seu Nintendo Switch, um CD com 24 faixas da trilha sonora, uma moeda com o símbolo dos Sheikah, um mapa velho em forma de tapeçaria, além da caixa luxuosa pra burro.
Tanto as versões do Wii U quanto do Switch terão essa edição especial (a um preço salgado, é claro).

[ATUALIZAÇÃO]
Veio à minha atenção que o jogo terá três versões diferentes: a regular, a especial, e a mestre (apresentada acima).
A edição "Especial" do jogo contará com todos os elementos da Master, com a exceção da estátua da Master Sword e a capa, que será diferente. Confira as imagens abaixo:



Confira abaixo a capa da edição "Master":


Se você está pensando em pegar alguma dessas edições, temo que existe um fator que poderá atrapalhar tudo: o preço.

A edição "Especial" do jogo será lançada com o preço de US$99,99.
A edição "Master" será lançada por US$129,99.

Se isso já está caro em dólares, imagina fazendo as conversões monetárias... Ugh...

Breath of the Wild nos agraciará com sua presença a partir do dia 3 de Março de 2017, para o Wii U e o Switch.

Breath of the Wild - Novo trailer redefine o termo "épico"

Durante a madrugada de hoje, a Nintendo fez uma grande apresentação para mostrar ao mundo as principais características do Nintendo Switch. Apesar de todos os apesares (como alguns detalhes relativamente enfurecedores e outros bem mais interessantes), a empresa mostrou o mais novo trailer do esperadíssimo The Legend of Zelda: Breath of the Wild, e o resultado é... Digamos... Impecável.
Esse novo trailer não apenas atira dublagem de vez dentro da série (com performances legitimamente incríveis), como também nos mostra novos personagens, raças clássicas, como Gorons e Zoras, a aparição da Princesa Zelda (sim, ERA A PRINCESA ZELDA, SENHORAS E SENHORES!!), além de uma trilha sonora impecável e uma das edições mais rápidas e inacreditavelmente maravilhosas que toda a série já viu. Sem mais delongas, você pode conferir o vídeo logo abaixo:



The Legend of Zelda: Breath of the Wild será lançado no dia 3 de Março de 2017, tanto para o Wii U quanto para o Nintendo Switch.
Se você ainda tinha fé no jogo, algo me diz que esse trailer lhe fez mudar de ideia!

Fonte

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Detonando! The Legend of Zelda: Oracle of Seasons - Parte 1: A raiz deforme

Bienvenidos ao novo guia do Hyrule Map. É, eu sei. Demorou pacas, ainda mais considerando que este é um título tão simples, mas, cá estamos, finalmente. E, assim como foi em todos os outros guias menos um, este será um guia básico, que vai lhe ajudar a passar pelas partes mais complicadas do jogo, sem passar muito tempo falando de coisas opcionais (aprendi minha lição com o guia do Ocarina of Time).
Bem, sem mais delongas, continuemos este guia.

domingo, 8 de janeiro de 2017

O Pior de Hyrule - A Baneful Zone na Den of Trials (Tri Force Heroes)

Eu não sei o que é mais triste: você jogar um jogo multiplayer quase que completamente no modo solo, ou se achar no direito de reclamar quando você, sozinho, não é capaz de derrubar um desafio que havia sido feito para três pessoas resolverem juntas. Não importa, no entanto, pois estou me achando no direito de fazer justamente isso, e ninguém poderá me impedir. Nem mesmo você, Marcos!

Como vocês já devem saber, Tri Force Heroes é um Zelda multiplayer bastante divertido, cheio de coisas loucas, uma pirada aqui e ali, e uma trilha sonora absolutamente maravilhosa de escutar. O jogo é composto por nove áreas divididas em quatro atos cada, todas sendo relativamente desafiadoras dependendo da capacidade da sua equipe e de suas próprias habilidades.

Se você for corajoso o suficiente, poderá até seguir pelo jogo inteiro sozinho, embora você deva estar preparado para momentos quase impossíveis que poderão surgir na sua jornada solitária.

Entra a Den of Trials, uma área que surgiu em uma grande atualização. Se você era do tipo que tinha dificuldades só por pensar um pouquinho demais, esta é uma área que vai lhe fazer suar frio e tremer só por estar em sua porta de entrada.

Se você também não gosta de palhaços, aí a entrada vai ficar ainda mais assustadora!!

A Den of Trials, no entanto, não se trata de uma grande maratona de desafios variados e saudáveis, não senhor! Seu único objetivo nela é o de matar tudo o que se move e seguir para a sala seguinte, fazendo isso por umas 30 salas até que você consiga sair vitorioso.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Análise - Time's End II



Se eu não me engano, a última vez que ousei aparecer com a análise para um trabalho fã foi durante uma das várias edições da Criações Fã, onde dei meu parecer sobre o maravilhoso jogo fã “Legend of Princess”, de Joakim Sandberg, o Konjak.
Em termos de álbum musical, no entanto, minha última “aventura” foi uma análise escrita para o Hyrule Legends - Zelda.com.br, lá pro começo de 2013 (não lembro a data, me julguem).
O ponto é que, desde então, eu falei várias vezes sobre diversas produções fã, mas, eu nunca mais dei um parecer opinativo. Não se preocupem, isso vai mudar agora.

Não, não tenho medo de opinar sobre produções fã, ainda mais considerando como elas podem ser relativamente complexas e divertidas, por vezes até rivalizando produções originais da Nintendo (Another Metroid 2 Remake sendo o catalisador para me fazer cair de amores por produções fã).

Pois bem, vamos falar de Time’s End.

Third Quest - Vídeo mostra novas áreas, itens e habilidades

Third Quest é um projeto feito por fãs com o intuito de fazer uma nova aventura de Zelda nos moldes dos jogos do Nintendo 64, ao mesmo tempo em que tenta trazer coisas novas para manter-se fresco e diferenciado dos dois grandes clássicos Ocarina of Time e Majora's Mask.

Se havia ainda alguma dúvida do potencial do projeto, esse novo vídeo deverá apresentar as provas que estavam faltando. Sem mais delongas, nem comentários, eis aqui o vídeo:



Fontes: Wii U Brasil (Notícias dos Usuários)
Project 3Q

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017