sábado, 4 de fevereiro de 2017

Biografia - Nabooru (Ocarina of Time)



[Spoilers, leia por sua conta e risco]

NOME: NABOORU

PRIMEIRA E ÚLTIMA APARIÇÃO: OCARINA OF TIME

*Boa parte da história contada a seguir conta, também, com pequenas adições especulativas, não explicadas nos  jogos; isso foi feito para deixar a postagem mais interessante. Mesmo assim, todos os eventos adicionados foram feitos com a ideia de manter tudo de acordo com o que acontece nos jogos.
 


Desde muito jovem, Nabooru já era uma guerreira e ladra de referência em sua tribo. Ela era, geralmente, vista com orgulho pelas outras Gerudo. Mesmo assim, a guerreira não utilizava suas habilidades para fins egoístas, e tinha compaixão e piedade para com seus oponentes, preferindo roubar apenas de homens capazes de enfrentá-la em uma luta justa.

Não houve surpresa, entretanto, quando ela foi chamada para ser a Segunda em comando do então novo Rei, Ganondorf.
Apesar de aceitar a posição, Nabooru não concordava com os métodos de seu Rei, e sentia verdadeiro desgosto ao vê-lo roubar não só de mulheres e crianças, como, até mesmo, realizar assassinatos. No entanto, como sua serva, ela devia se manter calada.

Ao ouvir que seu Rei havia invadido o reino próximo de Hyrule, assassinado o antigo rei e ter usurpado o trono, Nabooru foi incapaz de lidar com sua própria fúria.


Foi, também, que ela ouviu falar de um equipamento especial que era guardado no Templo dos Espíritos, um lugar sagrado para os Gerudo, e o quartel general de duas poderosas aliadas de Ganondorf. Com o intuito de sabotar os planos de seu rei e fazê-lo pagar pelas vidas que tomou injustamente, ela decidiu seguir para o Templo, com a esperança de adquirir o chamado "Poder de Prata" e vingar as vítimas de Ganondorf.

Ela ordenou que as Gerudo guardassem fortemente o Forte Gerudo e partiu para seu destino. Apesar de ela conseguir cruzar o terrível e escaldante deserto que a separava do Templo, Nabooru encontrou um obstáculo que a impedia de ir pelas profundezas do Templo, onde o equipamento se escondia.

Foi então que ela encontrou um garoto "desocupado" de Hyrule. Depois de se certificar de que aquele não era um seguidor de seu "rei", Nabooru decidiu aproveitar o tamanho do garoto para que pudesse pôr suas mãos no Poder de Prata. Apesar de hesitar a princípio, Link seguiu com o plano e entrou no jogo.

Enquanto esperava o garoto retornar, Nabooru foi emboscada pelas duas líderes do templo, as bruxas Kotake e Koume.



Apesar de suas habilidades como guerreira, Nabooru foi incapaz de derrotar as bruxas, e, após ser atirada para fora do templo violentamente, ela foi devorada por magia negra, conjurada pelas próprias bruxas.
Em seus últimos instantes, ela conseguiu ver Link, no topo do Templo, com o Poder de prata, as Manoplas de Prata, em mãos, já retornando para ela. Usando suas últimas forças, Nabooru ordenou a ele que se salvasse, logo antes de ser completamente dissolvida pelas sombras.

Mas, antes que ela acreditasse que tudo havia terminado, Nabooru reencontrou as bruxas, e, por meio de magia e tortura, sofreu lavagem cerebral, tornando-se mais uma peça do violento jogo que Ganondorf comandava.
Sob a supervisão das bruxas, Nabooru se tornou em uma Iron Knuckle e foi posta para proteger a câmara de Kotake e Koume.


Assim foi o destino de Nabooru. Ela não via nada, nem sentia nada, sua mente completamente apagada pelo poder das bruxas.

Passados exatos sete anos desde sua queda, o Iron Knuckle, que uma vez foi Nabooru, foi visitado pelas bruxas, que pareciam nervosas: alguém havia invadido o templo, e esse mesmo alguém estava indo até elas.
Mal as bruxas haviam terminado de dar as ordens ao Iron Knuckle, o lendário Herói do Tempo entrou na câmara. Após as bruxas saírem de cena, os dois guerreiros entraram em combate.
Apesar de contar com as habilidades que Nabooru teve no passado, o peso que o Iron Knuckle carregava, assim como sua falta de objetivo pessoal, causaram a sua derrota. No entanto, ao ser definitivamente acertado pela Espada que o Herói carregava, a armadura de Nabooru foi despedaçada, e, pela primeira vez em sete anos, sua visão voltou.

Livre, ela ponderou o que fez no passado, mas, não teve muito tempo para isso. As bruxas retornaram e, mais uma vez, se prepararam para atirá-la em trevas. Apesar de tentar fugir, os anos que passou cativa prejudicaram Nabooru e ela foi capturada pelas bruxas mais uma vez.

Quando ela voltou a si, no entanto, Nabooru não viu trevas, mas, sim, a luz. Ela descobriu sua real missão: ela era a Sábia do Espírito, e, junto dos demais Sábios, ela deveria ajudar o Herói a impedir os atos de seu antigo rei, Ganondorf.
Para surpresa de Nabooru, o Herói do Tempo, que não demorou em se apresentar para ela, não era ninguém menos do que o próprio Link, agora mais velho e mais habilidoso do que nunca.



Feliz por ele tê-la salvado, Nabooru, ciente de sua nova posição, ofereceu a ele o Medalhão do Espírito e, na hora certa, ajudou a selar Ganondorf no Reino das Trevas, onde ele deveria ficar para sempre.

Sua tarefa cumprida, Nabooru retornou para as Gerudo, pronta para protegê-las do que viesse.

LEGADO



Diferente de tantos outros Sábios, o impacto de Nabooru no futuro é incerto. Dito isso, ela ficou reconhecida como uma dos Sete Sábios de Hyrule, sendo, efetivamente, imortalizada em um vitral dentro de uma câmara secreta, onde a Espada Mestre descansava, à espera de um futuro Herói.

Nenhum comentário:

Postar um comentário